NOTÍCIAS

Porto já concluiu 25% do trabalho de dragagem no trecho mais crítico

15.08.2012

O equipamento que faz a dragagem de manutenção do Canal da Galheta retirou mais de 630 mil metros cúbicos de sedimentos nas proximidades da Ilha do Mel. A quantidade representa um quarto do previsto na primeira região trabalhada, o local mais crítico do canal de acesso ao Porto de Paranaguá.O trabalho devolverá ao Canal da Galheta a profundidade de 15 metros, o que aumentará a segurança da navegação. Hoje, há pontos com 13,10 metros. A dragagem foi iniciada em 18 de julho. “Apesar do mau tempo, os serviços estão sendo executados dentro da normalidade, sem prejuízo para a operação do porto”, afirmou o superintendente da APPA, Luiz Henrique Dividino.


O volume retirado é aproximado porque o contrato prevê a realização das medições por metas a serem atingidas, em função da profundidade. SISTEMA – A draga usa sistema de dutos que são baixados até o fundo do canal e fazem a sucção dos sedimentos. O material é comportado nos porões da embarcação, com capacidade de 17 mil metros cúbicos. Uma vez cheia, a draga esvazia os compartimentos na área de despejo.O tempo de viagem entre a área dragada neste primeiro momento e a área de despejo é de duas horas, aproximadamente. O equipamento faz cerca de cinco viagens por dia.


Após concluída a dragagem do canal externo, o equipamento vai limpar dois trechos entre o canal externo e o Porto de Paranaguá.Na segunda fase do projeto, terá início a dragagem do canal de acesso ao Porto de Antonina. A obra custará R$ 37 milhões e será paga com recursos próprios da APPA. O prazo de execução é de seis meses.


Agência Estadual de Notícias.

TEMPO AGORA

CONTATO

Endereço:

Cidade:
Fones:
E-mail:
Rua João Maria da Veiga, 115
CEP 88305-330 - Barra do Rio
Itajaí - SC
+55 (47) 3348-9613 | 3349-2716
sulmar@globo.com

Sulmar Serviços Subaquáticos Ltda. © 2019. Todos os direitos reservados.